Preciso Emagrecer Muito, e Agora?

Emagrecer_MuitoDe repente, você olha no espelho e percebe que não está feliz. É quando percebe que precisa emagrecer muito e fica sem saber direito por onde começar. Ter consciência do excesso de peso pode ser um pouco assustador no começo, mas logo você vai perceber que a perda de peso vai valer a pena.

Na verdade, o que passa a fazer diferença na sua vida é notar que as mudanças na sua rotina te deixam mais leve, com a auto estima em alta. Ao conseguir entrar naquela calça de 5 anos atrás, o seu ânimo é renovado, com mais disposição para fazer tudo que deseja. Sem contar que, mais importante, você vai melhorar sua saúde.

Como Fazer Para Emagrecer Muito?

Se você acabou de dar de frente com o espelho e quer dicas do que fazer para emagrecer e se sentir melhor, confira as dicas a seguir:

  • Esqueça o Medo da Balança: nada de ficar em pânico na hora de se pesar. Agora que você decidiu perder peso, é hora de enfrentar a situação sem medo. Anote seu peso, sua altura e calcule o seu índice corporal. Este número será seu guia para saber quanto precisa emagrecer.

  • Tenha Atitude: decidiu emagrecer? Corra atrás. Apesar da segunda-feira ser o dia internacional do começo da dieta, é apenas uma maneira de adiar o inevitável. A partir do momento que você decide perder peso, é hora de começar a dieta. Caso contrário, você vai continuar apenas acumulando mais gordura.

  • Entenda Seu Corpo: é comum ver mulheres falando sobre como precisam perder um quilinho ou dois. Então, antes de qualquer coisa, entenda se você está neste grupo ou se precisa emagrecer muito mesmo. Observe-se, entenda suas formas e aceite o que precisa mudar. E tente descobrir também o que te faz comer demais; ansiedade, hormônios, distração.

  • Reeducação Alimentar: se você apenas exagerou num fim de semana, pode apostar nas dietas de emergência, que eliminam peso rapidamente. Mas se você precisa perder muitos quilos, a reeducação alimentar é a melhor opção. Assim, você evita qualquer chance de sofrer com o efeito sanfona.

  • Perca a Vergonha: ficar constrangido na academia? Nada disso. Você precisa e vai fazer exercícios do lado dos mais diversos tipos de corpos e está tudo bem. Nada de deixar a timidez atrapalhar seus objetivos.

Para encerrar, é importante que a decisão de emagrecer venha de você e não de uma amiga, de um namorado. Se você está saudável e gosta de suas curvas, continue assim. Mas, se estiver respirando mal e, principalmente, sedentário, não deixe o emagrecimento para depois.

Originalmente publicado em dezembro de 2014.

Anúncios

Aprenda a Beber Sem Atrapalhar o Ganho de Músculos

Beber_MusculosSe tem uma coisa desanimadora para quem quer ganhar músculos, é ter que abandonar aquela cerveja com os amigos. Infelizmente, o álcool atrapalha o crescimento muscular. O consolo é que, de vez em quando, dá pra beber sem atrapalhar seus objetivos.

Antes de qualquer coisa, é essencial entender que o álcool atrasa o crescimento do músculo. Isso acontece porque o álcool faz com que o corpo precise de outras fontes de energia para metabolizar sua ingestão, isso faz com que o organismo utilize o estoque proteico muscular, causando a perda de massa magra. Na prática, isso quer dizer que não adianta se matar na academia e ir pro bar depois.

Como Beber Sem Atrapalhar o Ganho de Massa Muscular

Mas, se você tem um evento especial ou simplesmente está com vontade de sair um pouquinho da sua rotina de esforços, a dica é estar preparado para o pós bebida. Confira as dicas:

  • NAC: um suplemento muito importante para te ajudar nos dias em que deseja tomar um chopp ou um drinque qualquer, é o N-acetyl cysteine, mais conhecido como NAC. Tomar cerca de 500 mg de NAC diariamente pode ajudar a repor o estoque de antioxidantes enquanto seu fígado se recupera da quebra do álcool.

  • Leucina: você também deve tomar suplementos com leucina, substância cuja ação é inibida pelo álcool. Tomar uma dose deste suplemento depois de beber pode ser excelente para manter o crescimento de seus músculos.

  • Tempo: pode parecer bobo, mas é importante escolher o momento correto de beber. Estudos indicam que o álcool diminui a síntese proteica em até 15% a 20% após 24 horas depois de beber, não antes. Assim, é melhor beber na noite de sexta-feira, depois do último treino da semana, do que na noite de sábado, quando seu corpo já está em plena recuperação e construção muscular.

Além destes cuidados, é essencial preparar uma alimentação especial para o dia em que for beber.

O Que Comer Quando Consumir Álcool

O ideal é consumir cerca de 300g de carboidratos, 100g de gordura e 150g de proteína. Além disso, antes de dormir, tome pelo menos 1 litro de água, acompanhado de 500 mg de NAC e 5g de leucina.

Também é importante deixar claro que esta preparação não significa que você possa tomar um porre sem consequências. É essencial ter em mente que a bebida deve ser uma exceção na sua vida e não um hábito. Caso contrário, você não terá o corpo que deseja.

Originalmente publicado em 3 de dezembro de 2014.

Comer a Placenta Traz Benefícios?

Se tem uma coisa que a família Kardashian sabe é lançar moda. Dessa vez, porém, nem todo mundo está de acordo com o que uma das irmãs quer fazer. Khloé Kardashian contou que pretende comer a placenta após o nascimento de seu primeiro filho.

Há alguns meses, Bela Gil foi outra famosa que anunciou ter ingerido a ‘iguaria’, dando também para usa filha. Kim Kardashian concorda com a irmã e também comeu. Mas, será que existem mesmo benefícios na chamada Placentofagia?

COMER PLACENTA FAZ BEM?

Antes de qualquer coisa, é preciso explicar que, ao contrário dos animais, que comem a placenta in natura, as mulheres costuma transformá-la para sua ingestão. Bela tomou na forma de vitamina, e Kim e Khloé preferem cápsulas. A ideia é aproveitar a riqueza nutricional do órgão, que possui hormônios, ferro e muitos outros nutrientes.

Não existe qualquer estudo científico que comprove isso, no entanto. Embora alguns mamíferos tenham o hábito de usar a placenta como alimento, não há registros de que o ser humano tenha feito ou precise dessa ingestão.

RISCOS DE INGERIR A PLACENTA

Uma placenta pode carregar consigo um grande número de vírus e doenças.Na prática, isso quer dizer que uma mulher que tenha hepatite, por exemplo, pode transmitir a doença para outra pessoa que a consuma.

Em geral, comer a placenta não faz mal para a mulher, porém, pode ser arriscado para outra pessoa. Por se tratar de uma moda ainda carente de estudos, talvez seja interessante procurar um serviço especializado que explique perfeitamente os riscos antes de decidir se vale a pena investir em algo tão controverso.

Originalmente publicado em 27 de fevereiro de 2018

Não Ignore a Dor no Pé

Dor no PeSe você já teve algum calo, sabe como dor no pé, mesmo a mais simples, pode ser terrível. Infelizmente, porém, é super comum não dar atenção a estas dores, que podem tanto melhorar sozinhas quanto causar uma lesão mais séria.

E isso vale principalmente para quem treina pesado. Por mais que muitos homens priorizem os membros superiores, ficar mancando de um lado pro outro não ajuda em nada. No caso dos treinos de perna, mesmo aquele incômodo mais bobo pode causar um problema maior, já que o corpo sempre acha um jeito de compensar esta dor, muitas vezes prejudicando outras áreas.

Por isso, não ignore as dores nos pés, principalmente as que vamos descrever a seguir:

IDENTIFIQUE SUA DOR NO PÉ

  • Dor no Calcanhar: geralmente esta dor indica que você pode ter fascite plantar ou tendinopatia do tendão de Aquiles. O primeiro caso é o mais comum entre atletas, é uma dor que se assemelha a uma sensação de agulhadas na parte debaixo do pé, perto do calcanhar. Já a tendinopatia causa inchaço e fraqueza no tendão. Em ambos as doenças, é importante apostar em muito alongamento,

  • Dor na Sola:  esta é uma dor causada na maioria das vezes por excesso de uso, sapatos inadequados, necessidade de emagrecer ou uma lesão aguda. Costuma aparecer assim que você pisa no chão, após acordar. Se persiste por mais de uma semana, é importante procurar um especialista para impedir que se torne outro tipo de lesão. Para quem pratica corrida, a dica é sempre escolher o tênis certo, mesmo que seja um pouco mais caro.

  • Em cima do Pé: esta costuma ser uma fratura por estrese. Se você está começando uma nova atividade à qual seu pé não está acostumado, existe um risco maior de fratura. Aumentar a velocidade na corrida muito rapidamente, praticar um esporte fora da zona de conforto ou mesmo andar de salto alto pode causar esta dor. Quem tem o pé muito arcado ou muito pronado também é mais suscetível. A dor aparece aos poucos e vai piorando com o tempo, causando inchaço. É essencial fazer um raio-x para descobrir se há mesmo fratura e você precisa suspender suas atividades.

Nós temos, principalmente os homens, a mania de deixar sempre pra depois. Contudo, sempre que uma dor aparecer, seja no pé, nas mãos ou onde quer que seja e durar por mais de uma semana, não dá pra adiar. Não ignore as dores nos pés ou em outras partes do corpo, é seu organismo avisando que algo está errado.

Originalmente publicado em maio de 2014.

Encontro Com Fátima Bernardes: Chá Bomba Para Emagrecer

Cha_BombaSe você não perde uma novidade sobre perda de peso, aposto que já está atrás da receita do Chá Bomba, não é? Apresentado ontem, 17 de setembro, no Encontro com Fátima Bernardes, na Globo, o chá está sendo mais procurado do que nunca por quem deseja emagrecer! Mas, será que funciona?

Durante o programa, que resolveu falar sobre os chás da moda que ajudam na queima de gordura, foram apresentadas várias receitas. O gengibre que a gente já conhece, o chá verde também, entre outros, no entanto, foi mesmo o chá bomba que roubou a cena e, infelizmente, não recebeu tanta atenção assim. E se você perdeu, pode anotar, a receita é Limão, Canela, Vinagre de Maçã, Mel e Água!

Agora, vamos saber mais sobre como cada um destes elementos ajudam na perda de peso?

Ingredientes Chá Bomba

  • O suco de 1 limão espremido na hora: com grande poder detox, o limão funciona como diurético e também aumenta a sensação de saciedade. Tomar uma limonada sem açúcar sempre que você sente fome é uma dica infalível, por sinal. Um copo meia hora antes das refeições é sempre excelente.

  • 1 colher (chá) de canela: contando com manganês, ferro, cálcio e fibra em sua fórmula, a canela é muito presente em várias culturas. Muito eficiente contra indigestão e inchaço, a cancela contribui também para melhorar o sistema imunológico, além de baixar os níveis de açúcar no sangue. Na prática, isso quer dizer que a canela ajuda a reduzir as gorduras acumuladas, especialmente na barriga.

  • 2 colheres (chá) de vinagre de maçã: embora seja mais conhecido como tempero, este vinagre possui poucas calorias, diminui o colesterol ruim e ainda consegue reduzir a fome. Tudo isso graças à presença do ácido acético, que inibe a digestão de carboidratos e combate a gordura localizada.

  • 1 colher (chá) de mel: incrível para a saúde, o mel acelera o metabolismo e a queima de gordura, além de reduzir os hormônios do estresse. Junto com o suco de limão, seu poder aumenta ainda mais.

  • 150 mL de água: nem precisa dizer muito, não é? A água é a melhor amiga de qualquer emagrecimento. Muita gente não sabe, mas muitas vezes acham que estão com fome, quando, na verdade, estão é sentindo sede. A água hidrata o corpo e faz com que tudo funcione da melhor forma possível.

Modo de Preparo Chá Bomba

Ferva todos os ingredientes, menos o limão, que deve ser acrescido na hora de servir. Sirva quente.

A recomendação é preparar o chá, bater o mesmo no liquidificador e beber pela manhã e pelo menos mais uma vez ao dia. No entanto, tome cuidado se você tiver problemas estomacais! O limão pode ser sensível em alguns casos.

Originalmente publicado em 18 de setembro de 2015.

Especial: 40 Anos de Chaves

Na primeira vez em que foi ao ar, ele era apenas um menino de oito anos. E hoje, muitas exibições depois, continua sendo. Nos 40 anos de Chaves, seu mundo cresceu, seus episódios foram mais longe do que o esperado, e seu sucesso muito mais duradouro. Mas a verdade é que o personagem não tinha grandes pretensões naquele 20 de junho de 1971. Surgido de uma simples esquete criada por Roberto Bolaños para o programa Chespirito, acabou se tornando um ícone infantil, mesmo sem querer.

Com sua ingenuidade e uma certa dose de crítica – por vezes meio camuflada -, ganhou um universo de fãs que o idolatram, relembram e acompanham, mesmo que através de reprises intermináveis e eternas.

A HISTÓRIA

Ninguém Nunca Teve Paciência Com Ele

Não foram poucas as vezes em que, do alto de meus cinco, seis, talvez sete anos, me perguntei como seria morar em um barril. Tenho a lembrança nítida de imaginar que escondido, possivelmente em um fundo falso, existisse um universo em que Chaves não fosse uma criança abandonada e contasse com um lar ‘normal’, daqueles que todo mundo deveria ter. Por isso, foi uma sensação agridoce ler “O Diário do Chaves”, escrito por Roberto Bolaños, já longe de minha infância. No livro, o criador do personagem explica que ele realmente não vivia naquele esconderijo estranho, mas sim se dividia entre as casas de todos os moradores. Isso depois de passar um tempo morando com a senhora do número oito, número que lhe valeu o apelido Chavo del Ocho, como é conhecido no México, algo como o ‘menino do oito‘.

Mas mais do que isso, a obra permite conhecer maiores detalhes sobre o breve passado daquele que o autor descreve como uma criança cheia de fé. Embora o diário passe por muitas histórias já conhecidas, é possível descobrir, por exemplo, que ele viveu alguns anos ao lado de sua mãe, que simplesmente deixou de ir buscá-lo na creche, de um dia para o outro. E que depois disso, foi parar em um orfanato, onde sofria com a fome e os maus tratos de Dona Martina, e onde também viu a morte de seu colega Cente. Ou ainda que, ao fugir do lugar, se deparou com uma roda de ‘amigos de rua’, que o fizeram sair correndo, depois de lhe oferecer cigarro e drogas. Novas nuances para um antigo personagem.

Porém, uma coisa que parece comum tanto na tevê como no livro, é a falta de paciência e cuidado que uma criança de sua idade deveria ter. Se na vila ele sofria com as divertidas impaciências de Dona Florinda e companhia, antes disso as coisas parecem ter sido ainda piores. Talvez por isso, é quase impossível não relevar parte das injustiças vividas na vila, já que pelo menos ali ele podia contar com algo pelo menos parecido com uma família.

PERSONAGENS

A boa Vizinhança

Chega a ser estranho perceber o quanto Seu Madruga se tornou o símbolo de um estilo de vida. Sua falta de emprego, sua cara de pau, suas tiradas meio bobas. Tudo parece torná-lo ainda mais mítico aos olhos dos fãs.

É provável, porém, que mais do que qualquer pessoa dali, ele possa se relacionar com a marginalidade representada por Chaves. Afinal, até dá pra afirmar que ele não se empenhava muito em procurar trabalho, contudo, também não há como dizer que muitas oportunidades surgiram a sua porta. Daí, cabe um grande destaque (com o perdão do possível trocadilho) para Seu Barriga, o homem cujo coração mal cabia no corpo e que, apesar dos 14 e inacabáveis meses de aluguel atrasado, nunca foi capaz de tirar o pouco que restava daquele que era mestre em fugir das dívidas e investir em atividades furadas.

Ou alguém não lembra de sua tentativa de se tornar sapateiro? Ou ainda da parceria de churros com Dona Florinda? Tudo bem que grande parte de seus fracassos estavam relacionados à (falta de) destreza do protagonista, ainda assim, suas ideias nunca eram as mais rentáveis. Especialmente quando deixava seu empreendimento a cargo de meninos levemente irresponsáveis.

Possivelmente, nunca vou esquecer e superar um certo trauma por seu salão de beleza, e o pânico que me acometeu ao ver o cabelo de Chiquinha sendo cortado, sem dó nem piedade. Claro que a situação bizarra não caberia na vida real, mas quando se tem um irmão que curtia reprisar as histórias da tevê e te usar como cobaia, pode ser meio assustador.

Histórias pessoais à parte, aquelas crianças sempre conseguiam se envolver em todo tipo de confusão. Mas não daquelas que o narrador das propagandas da sessão da tarde costuma intitular como ‘pura encrenca’ ou do ‘barulho’. E sim, enredos que por vezes mostravam uma realidade meio absurda, meio engraçada, meio triste.

Basta lembrar do poço dos desejos, em que praticamente todo mundo roubou jogou uma moeda. Do aguardado sanduíche de presunto ao amor do Professor Girafales. Da crença que as coisas poderiam mudar, ao instinto de pegar aquele dinheiro abandonado e poder saciar sua vontade. Todo mundo ali mantinha uma esperança de conseguir mais, e foi justamente isso que os tornou um grupo único.

Cada um tinha o papel, por vezes leve, por vezes mais crítico, de recriar uma vizinhança essencialmente comum, com quem fosse possível se identificar. Mesmo que isso significasse ter um pouquinho de medo da aparência de senhoras como a Bruxa do 71, ou ainda compartilhar do mesmo desejo bobo de ganhar uma viagem para um lugar onde se pudesse esquecer da rotina por alguns dias.

EPISÓDIOS MARCANTES

Todos em Acapulco

Há pouco tempo descobri que o episódio de Acapulco não teria sido o último gravado com Carlos Vilagrán, intérprete de Quico. Mas sim o último exibido com o personagem. De qualquer maneira, mesmo sem ter certeza, a canção da Boa Vizinhança, cantada em um luau na praia, mantém uma aura quase épica para os fãs da série. Prometendo não se despedirem jamais, e com uma das atmosferas mais amigáveis, o capítulo é absolutamente clássico. Seja pela tristeza inicial de Chaves ao achar que ficaria para trás, ou por seu encantamento com a porta giratória, ao fazer sua primeira grande viagem.

Um dos destaques, sem dúvida, foi finalmente poder vê-los com um figurino diferente dos de sempre. Adaptados com o mesmo quê de simplicidade das roupas do dia a dia, talvez tenha sido um pouco frustrante que Dona Clotilde tenha mantido o mesmo vestido azul, mas nada supera o macacão listrado de Professor Girafales, especialmente quando ele quase se afoga numa piscina com a altura de suas pernas.

Mas além das vestimentas, a mudança de cenário também merece ser mencionada. Chamado por aqui, em algumas dublagens, de Guarujá, o lugar contribuiu para que a história pudesse explorar outras possibilidades, coisa que a vila restringia bastante.

E nesse sentido, também não há como esquecer as tramas passadas no restaurante de Dona Florinda. Já sem a presença de Seu Madruga no enredo, foi nesse período que Dona Neves parece ter ganhado mais destaque. Ao lado de Seu Jaiminho e sua eterna fadiga, foram muitos momentos que fugiram do formato ‘normal’ da história, mas que no entanto, conseguiram ser tão divertidos quanto possível.

Além desses, vale mencionar também todas as aulas tidas pelos personagens. A escola que abrigava os coadjuvantes Godinez, Pópis, Nhonho e Paty, às vezes, era um pouco complicada de acompanhar, graças a algumas dificuldades de tradução ao pé da letra, contudo, ajudou a consolidar bordões como “que burro, dá zero pra ele“, além de mostrar o lado apaixonadinho do menino, bem como um certo ciúme de Chiquinha. O romance nunca acontecido ou explorado entre os dois amigos sempre foi uma dúvida pra mim. Quando penso, por exemplo, que Mônica e Cebolinha se beijaram, fico sinceramente agradecida por não contar com uma versão ‘adulta’ dos personagens. Não sei se conseguiria me adaptar. Possivelmente me sentiria velha, considerando um certo laço afetivo inevitável.

E é falando sentimentalmente que lembro de mais um capítulo inesquecível. Aquele em que Chaves deixa a vila sendo chamado de ladrão. A cena, considerada uma das mais tristes exibidas, é daquelas em que dá vontade de entrar na tevê, e reclamar contra a injustiça. No fim das contas, o responsável pelo crime era o senhor Furtado, que acabou por se redimir no final. Entretanto, ver que todos brigaram com uma criança honesta foi um dos instantes mais dramáticos da série acostumada a fazer rir.

ELENCO

Será que eles querem lembrar daquilo que eles chamam de cara ?

Mas se nas telas o mal entendido entre todos foi logo desfeito, fora dela muitos foram os conflitos entre todo elenco. Apesar de algumas brigas terem sido aumentadas, se tornando quase lendas, muitos problemas realmente aconteceram entre eles. Especialmente relacionados ao criador da história, Roberto Bolaños, mais conhecido como Chespirito em seu país natal.

Casado com Florinda Meza, o ator viu Carlos Vilagrán deixar o seriado depois de conquistar grande sucesso, investindo em uma carreira solo. Aliado a isso, estaria também o fato de que a intérprete de Dona Florinda teria mantido um caso com o ator, antes de se envolver com Bolaños. Sem nenhuma confirmação sobre o que realmente teria ocorrido, Ramon Valdez, Seu Madruga, também saiu da história mais ou menos na mesma época, por volta de 1980, em solidariedade ao amigo, que considerava praticamente um irmão. Porém, retornou mais tarde, por mais alguns capítulos, vindo a falecer em 1988, de câncer.

Passados alguns anos, uma nova polêmica se formou em torno de Maria Antonieta de Las Nieves. A atriz consagrada por sua Chiquinha foi processada por Bolaños ao estrelar “Aquí está la Chilindrina“. No entanto, acabou por vencer a disputa pelos direitos autorais. Ela continua se apresentando pela América Latina com a personagem, além de ter gravado diversos álbuns infantis.

Enquanto isso, Vilagrán eventualmente percorre países como Peru, Colômbia e Argentina, sem poder se apresentar no México, também graças a questões legais. Ele, por sinal, fez as pazes com Maria Antonieta depois de cerca de 10 anos sem conversar. Através de uma ligação promovida por uma rádio, os dois conversaram e esclareceram picuinhas anteriores.

Já o próprio Bolaños continua trabalhando e supervisionando o que deve ser o roteiro de uma animação 3D de Chapolin Colorado. Recentemente ele ganhou as manchetes por ter aderido ao Twitter. Seu perfil na rede social já conta com mais de 700 mil seguidores.

LEGADO

Seguindo os bons

E são esses seguidores que se dividem entre os que continuam assistindo os episódios da série, mesmo com um olhar diferente; e os que preferem manter apenas a nostalgia do programa que acompanhou a infância de grande parte das crianças nascidas nesses 40 anos.

O interessante é que, em ambos os casos, desconsiderando exceções, é impossível negar o grau de influência exercido pela trama. Talvez não diretamente, com uma paixão exacerbada por qualquer personagem ou lembrança, mas por referências e legados inegáveis. Seja através de frases como “foi sem querer, querendo“conta tudo pra sua mãe, ou mesmo com o protagonista ‘irmão’, Chapolin, e seu “não contavam com minha astúcia“.

Ou, indo mais longe, ao perceber o quanto desenhos e programas mais modernos e financeiramente estruturados não conseguem alcançar a mesma qualidade simples e direta que Chaves apresentava e ainda apresenta. Se comparada com super produções atuais, seu cenário, figurino e até mesmo roteiro, podem parecer meio bobos, porém, de longe muito mais coerentes do que relógios de mil funções e dramas precoces, que apostam em figuras não tão infantis e às vezes, exageradas demais.

Claro que não dá pra dizer que seja uma obra prima absoluta, livre de falhas, ou mesmo não admitir que tem aspectos super valorizados. O que faz diferença, pelo menos pra mim, é notar que apesar disso, conseguiu sobreviver e narrar histórias que vão além do superficial.  Pode ser que durante a infância, dentro de toda atmosfera de inocência do período, não dê pra notar, por exemplo, o quanto a fome e a miséria rondavam aquelas pessoas. Ainda assim, é impossível não celebrar o enredo por tentar imprimir noções de realidades como essa, passeando pela ficção, mas sem se perder apenas no surreal. E principalmente, por não cair da armadilha de ter tornado isso um dramalhão recheado a lágrimas, a não ser aquelas derramadas dentro do barril.

Em tempos em que o politicamente correto reina, é um alento saber que frases como “não se misturar com a gentalha” não soam como nenhuma grande ofensa e que brincar com a tragédia não precisa necessariamente ser algo ruim, especialmente pra quem sabe como fazer isso. E Chaves sabia. E só por isso já merecia todas as comemorações do mundo nesses 40 anos.

Publicado originalmente em 20/06/2011

Artigos Para Web: Ghostwriter no Brasil

Ghostwriter

Se você possui um site ou blog e não está dando conta de produzir conteúdo, esta é uma oportunidade de testar os serviços de um ghostwriter no Brasil. Artigos de fácil compreensão e bom rankeamento.

Como Contratar Ghostwritter

Escrevo seu texto conforme o tema fornecido, com otimização de palavra-chave. Sou jornalista, com MBA em MKT Digital, certificação Rock Content e Hubspot. Experiência em artigos de dieta, hipertrofia, televisão, entre outros.

Em geral, trabalho com artigos de 500 a 700 palavras, com custo bastante razoável e preço especial para pacotes. Português impecável, com escrita rápida e fontes confiáveis.

Neste site, você pode encontrar alguns exemplos de artigos produzidos exclusivamente e também já publicados – com a devida autorização para divulgação.

Contato Para Produção de Artigos

Se você tem interesse em conhecer mais sobre este tipo de trabalho ou pedir um orçamento, deixe um comentário, envie email para brasilghostwriter@gmail.com.br ou entre em contato através do whatsapp 42 984093916.